“Conduta criminosa do governo coloca vida da população em risco”
Rosso critica descaso com que população é tratada pelo atual governo

Rogério Rosso voltou a afirmar que vai extinguir a terceirização do Instituto Hospital de Base e devolver a sua administração para o governo do DF. Ele criticou o atual comando do Executivo local, que tem deixado a saúde atingir níveis críticos. Dessa forma, coloca em risco a vida de inúmeras pessoas que precisam desse serviço. As afirmações foram feitas durante entrevista ao portal Metrópoles, nesta segunda-feira (1º).

“Crime é o que está acontecendo no dia a dia quando, milhares de famílias não são atendidas. Várias mortes poderiam ter sido evitadas nos últimos três anos se não fosse pela absoluta falta de competência na gestão da saúde”, critica Rosso.

Além de devolver a administração do maior hospital do Distrito Federal para o governo, Rosso vai construir o segundo bloco do Base. Ele lembra que o hospital já é referência em alta complexidade e, também, funciona como hospital escola. O novo bloco é fundamental para o seu funcionamento.

Rosso também vai dar maior autonomia para os hospitais públicos do DF terem condições de fazer pequenos reparos e compras de materiais básicos necessários para o atendimento.

Servidores públicos

Rogério Rosso garante o pagamento da terceira parcela do reajuste dos servidores. Mais que fazer justiça com os profissionais, ele detalha o problema econômico que a desvalorização desses profissionais causa.

“O DF tem uma simbiose entre setor público e privado. Para gerar emprego no setor privado, o setor público tem que estar forte. A redução do poder de compra do servidor contribuiu para que o DF tenha mais de 300 mil desempregados, o maior número de sua história”, pontuou.

Em 2010, quando assumiu o governo do DF interinamente, havia apenas R$ 150 milhões em caixa. Rosso reorganizou as contas, pagou todos os reajustes que estavam previstos e ainda deixou R$ 1,2 bilhão em caixa. Tudo em apenas oito meses de governo.

Atenção ao vale-tudo

Ao final da entrevista, Rosso aproveitou para alertar os eleitores sobre os abusos cometidos por alguns candidatos. Ele também destacou a divulgação de pesquisas com resultados que diferem muito do que vem sendo apurado durante suas visitas às regiões do DF.

“A população já sabe quem é quem, quem tá no vale-tudo, quem fala o que os outros querem ouvir. Sabe também quem tem experiência administrativa. O que vale são os planos reais, factíveis, de compromisso de agenda pra gente transformar e resgatar o DF.”

Acompanhe o Rosso




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu