Em debate, Rosso lembra como tirou DF da crise quando foi governador
O encontro foi promovido pelo Jornal de Brasília e pelo Conselho Federal de Administração (CFA)

Em debate entre os candidatos ao governo do Distrito Federal, nesta quarta-feira (26), Rogério Rosso ressaltou as medidas que adotou como governador interino, em 2010. Naquele ano, o DF vivia a maior crise de sua história. Rosso conseguiu equilibrar as contas, manter os pagamentos em dia e entregar o caixa do governo com mais de R$ 1,2 bilhão para a gestão seguinte.

“Com uma gestão eficiente mostrei que é possível fazer muito pela população sem deixar de gerar emprego – e sem aumentar impostos e tarifas”, destacou Rosso.

De acordo com ele, a população tem trabalhado para arcar com as contas do governo, quando deveria ser o contrário. “Faltam serviços públicos de qualidade”, disse.

Rosso lembrou a importância de se eleger candidato ficha limpa. E garantiu que seu governo será formado por profissionais que não tenham pendências com a Justiça. “No meu governo, o DF será referência como estado livre de corrupção”, garantiu Rosso. O encontro foi promovido pelo Jornal de Brasília e pelo Conselho Federal de Administração (CFA).

Acompanhe o Rosso




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu