Na Globo, Rosso apresenta propostas e candidatos trocam acusações
Rogério Rosso também defendeu a extinção da Agefis e se comprometeu a regulamentar a Lei do IPTU Verde

O debate da TV Globo, na noite desta terça-feira (2), foi marcado novamente pela troca de acusações entre os candidatos. A exceção foi Rogério Rosso, que apresentou suas propostas e debateu as ações que começarão a ser implantadas já no governo de transição. Entre as medidas, está a extinção da Agência de Fiscalização (Agefis) e a regularização dos condomínios.

“A regularização de condomínio é uma questão de Estado. A Agefis vai ser extinta e não vai mais haver derrubadas truculentas”, garantiu. Na avaliação dele, a Agefis foi criada de boa-fé, mas acabou tendo utilização política. “Todos nós queremos regularizar o DF, mas é preciso ser humano. Quando você derruba uma casa, quando você derruba uma igreja, é crueldade”.

Em sua fala, Rosso aproveitou para chamar atenção dos participantes do debate sobre a necessidade de discutir as propostas diante da crise que o DF enfrenta. “O DF tem problema demais pra ficar nesse ataque pessoal. Não podemos aceitar o vale tudo”, enfatizou.

Educação

Durante o debate, Rosso enfatizou a necessidade de investir no ensino público de qualidade – dos anos iniciais da educação infantil até o ensino superior, com a criação da Universidade Pública do Distrito Federal. “Nossas escolas estão em estado deplorável”, disse categórico.

Ele lembrou que o estado de Goiás, que tem menor investimento por aluno, se saiu melhor que o DF no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). As notas por aqui ficaram abaixo da meta estipulada para 2017 em sete dos nove parâmetros avaliados.

Por isso, Rosso defendeu a necessidade de investimentos em educação. Além do pagamento da terceira parcela do reajuste a todos os servidores, investir em tecnologia é fundamental. “É injusto que os alunos das escolas particulares tenham tablets e os da escola pública não tenham acesso a essas ferramentas”, exemplificou.

Rosso se comprometeu ainda a regulamentar a Lei do IPTU Verde, que prevê desconto no imposto para empreendimentos sustentáveis. Reutilização da água da chuva e geração de energia solar estão entre as possibilidades de gerar desconto.

Compra de votos

Rosso cobrou explicações do candidato Ibaneis Rocha sobre as declarações que ele fez na Colônia Agrícola 26 de Setembro. Ibaneis disse que iria reconstruir as casas derrubadas pela Agefis com recursos próprios. “Quando você coloca que vai construir com seu dinheiro as casas derrubadas, você tá induzindo a população que é um candidato melhor que os outros”, pontuou.

Por outro lado, fez questão de ressaltar a postura que mantém em sua vida. “Nunca fui réu, nunca recebi denúncia. Minha orientação é sempre falar a verdade.”

Bolsonaro

Rogério Rosso reforçou seu apoio ao candidato à presidência Jair Bolsonaro. “Convivo com o PT nesses últimos três anos no parlamento, fui relator do impeachment. As circunstâncias colocam o PT contra um novo Brasil e eu, na minha opinião, prefiro ficar com o Brasil novo”, opinou. E completou defendendo a importância de lutar pelos valores da família, contra o aborto e a ideologia de gênero.

Acompanhe o Rosso




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu