Eficiência na gestão

Quando concluiu o mandato como governador interino, em 2010, Rogério Rosso deixou o caixa com superávit de R$ 1,270 bilhão para o novo governo, prezando pelo cumprimento de todos os limites mínimos exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal a serem aplicados em saúde e educação.

Acompanhe o Rosso




Deixe uma resposta

Fechar Menu